Fechar
Comitente VARA DO TRABALHO DE PORECATU-PR Imprimir Lotes
Classificação Judicial - Presencial - ;
Status Encerrado
Local Hotel Thomasi, situado na Avenida Tiradentes, nº 1.155, Londrina/PR
Data Leilão Encerrado!
FAIXA DE PREÇO
COMITENTES
CIDADES
Limpar

LOTE 5.1 - Imóvel c/ 32,9399 alq. em Porecatu/PR (1° Leilão )

Fotos lote
Lote Tipo do Bem Valor de Avaliação Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta Lance Atual Número de Lances Status Número de visitas
005 INDUSTRIAIS R$ 9.195.000,00 R$ 4.597.500,00 R$ 0,00 0 Cancelado 821
Lote 005
Tipo do Bem INDUSTRIAIS
Valor de Avaliação R$ 9.195.000,00
Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta R$ 4.597.500,00
Lance Atual R$ 0,00
Número de Lances 0
Status Cancelado
Número de visitas 821
Processo eletrônico
AUTOS Nº: 0000122-43.2016.5.09.0562 (Clique aqui para acessar o processo eletrônico)
Descrição do lote
Uma área de terra rural medindo 79,7145 hectares ou 32,9399 alqueires paulistas ou ainda 797.145,5800 metros quadrados, situado neste município e comarca de Porecatu - Paraná com a denominação de Parque Industrial, com as divisas e confrontações constantes da matrícula nº 14.171 do CRI de Porecatu. Divergência de medidas – A despeito da descrição da matrícula, consoante o croqui anexo apresentado pela executada, a área da propriedade sob análise apresenta um excesso de 39.3755 hectares em relação à orginalmente escriturada, totalizando área ocupada de 119,09 hectares, compatível com as medições feitas sobre a foto de satélite do Google Earth. Localização – Parque Industrial da Usina Central do Paraná, acesso pela Avenida Paranapanema, Porecatu-PR, CEP 86160-000. Benfeitorias – Edificações típicas de estabelecimento agroindustrial do tipo usina de cana-de-açúcar, com escritório, ambulatório, oficina, restaurante, barracões, depósitos, alojamento, vila operária com casas populares, conjuntos de casas sede com piscina, plantação de eucaliptos, entre outras construções rústicas sem valor comercial expressivo, conjunto que compõe as instalações antiga da usina. Ocupação – A planta industrial está desativada há muitos anos, mas ainda há movimento de trabalhadores no escritório e ocupação das residências existentes no imóvel, notadamente por empregados da executada. O barracão principal é ocupado pelo supermercado Alvorada, inquilino
Local para visitação
DEPOSITÁRIO: MARCOS LAFAIETE TEODORO MOREIRA.
Observação
ÔNUS: AV06-14.171 – Hipoteca de 1º Grau, credor Banco de Desenvolvimento do Paraná; AV07-14.171 – Hipoteca de 2º Grau, credor Banco de Desenvolvimento do Paraná; AV08-14.171 – Hipoteca de 3º Grau, credor Banco de Desenvolvimento do Paraná; R13-14.171 – Hipoteca de 4º Grau, credor Banco de Desenvolvimento do Paraná; R.24-14.171 – Penhora referente aos autos nº 0000218-67.2012.8.16.0137, exequente Procuradoria da Fazenda Nacional, junto a Vara Cível de Porecatu; R.25-14.171 – Penhora referente aos autos nº 00937-2013-562-09-00-6, exequente União, junto a Vara do Trabalho de Porecatu; R.27-14.171 – Penhora referente aos autos nº 00795-2005-562-09-00-7, exequente Ministério Público do Trabalho, junto a Vara do Trabalho de Porecatu; Av.28-14.171 – Indisponibilidade de Bens referente aos autos nº 00032001520168160137, junto a Vara Cível de Porecatu; Av.29-14.171 – Indisponibilidade de Bens referente aos autos nº 6272014459090001, junto a Vara do Trabalho de Bandeirantes; R.30-14.171 – Penhora referente aos autos nº 5003862-58.2018.4.04.7001/PR, exequente União, junto a 7ª Vara Federal de Londrina, conforme matrícula imobiliária ID f39f370. Eventuais outros constantes da matrícula imobiliária após a expedição do respectivo Edital. E para que chegue ao conhecimento dos interessados, é expedido o presente Edital, que será publicado no Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho - DEJT, instituído nos termos do art. 4° da Lei n.° 11.419, de 19 de dezembro de 2006, e afixado em local próprio na Sede da Vara, o qual servirá como EDITAL DE NOTIFICAÇÃO DA HASTA PÚBLICA, caso não sejam localizadas as partes e demais interessados quando da expedição das respectivas notificações. Os honorários do Leiloeiro, que serão de 5% (cinco por cento) sobre o valor da arrematação, e despesas respectivas serão suportadas pelo arrematante; em caso de adjudicação, a comissão será de 2% (dois por cento) sobre o valor da avaliação, a ser paga pela(o) exequente. Havendo pagamento da execução ou formalização de acordo, caberá à parte executada o pagamento de 2% (dois por cento) sobre o valor da avaliação, a título de ressarcimento das despesas do leiloeiro e comissão, salvo se protocolada a petição, acompanhada dos comprovantes de pagamento das custas, imposto de renda, contribuição previdenciária e demais despesas processuais até o dia útil que imediatamente antecede ao do leilão. Não serão apreciados pedidos de remição desacompanhados dos comprovantes de depósito; nos processos levados a leilão unicamente para a satisfação das custas, contribuição previdenciária, imposto de renda e demais despesas processuais, havendo o pagamento, a(o) executada(o) arcará com a comissão do leiloeiro no importe de 2% (dois por cento) da quantia efetivamente paga, salvo se o pagamento se verificar até o dia útil que imediatamente antecede ao do leilão. Em casos de pagamento do débito ou formalização de acordo, o leilão somente será suspenso mediante comprovação do pagamento de TODAS as despesas processuais, das contribuições previdenciárias e fiscais, se houver. Em assim não ocorrendo, haverá o leilão para a satisfação das mesmas. Nas hipóteses de arrematação ou adjudicação, as despesas necessárias para a efetivação da transferência dos bens, inclusive para o registro da carta de arrematação junto ao CRI, deverão ser suportadas pelo arrematante ou adjudicante. Se o resultado da hasta pública for negativo, fica desde já autorizado o leiloeiro nomeado a proceder diretamente a alienação dos respectivos bens, conforme autoriza o artigo 888, § 3º, CLT, no prazo de 30 (trinta) dias, a qual deverá ser formalizada mediante termo de alienação expedido pelo leiloeiro, com a assinatura do adquirente, a ser anexado aos autos, condicionada a formalização da venda à homologação do Juízo da execução. Consigne-se que poderá haver arrematação em pagamento parcelado, mediante proposta do interessado ao Juiz, observando o imediato depósito do sinal de, no mínimo, 40% do valor da alienação deferida pela autoridade judicial, e o restante (60%) a prazo, garantido pela penhora incidente sobre o bem arrematado, na forma do Provimento 01/2005 da Corregedoria do TRT 9ª Região. O pagamento do saldo remanescente será feito mediante guias de depósito disponível no sitio do TRT9 (www.trt9.jus.br). O prazo para interposição de eventuais medidas processuais contra os atos expropriatórios começará a fluir no primeiro dia útil subsequente ao do leilão, inclusive.
Histórico de lances
Internauta Data Hora Valor do Lance Forma Pagamento IP do Internauta
{{Internauta}} {{Data}} {{Hora}} {{ValorLance}} {{FormaPagamento}} {{IPInternauta}}
Visualizar todos os lances

***** Atenção investidores/clientes, PARA PARTICIPAÇÃO NA MODALIDADE "PRESENCIAL", não é necessário nenhum tipo de cadastro prévio, basta apenas comparecer no dia, local e horário designado munido de seus documentos pessoais/juridicos. PARA PARTICIPAÇÃO NA MODALIDADE "ON LINE", é obrigatório o cadastro, encaminhamento de todos os documentos pessoais/jurídicos, e a solicitação de habilitação, junto ao site www.jeleiloes.com.br com antecedência mínima de 24 horas antes do último dia útil que antecederá o leilão, seja ele em 1º e/ou 2° Leilão.

Todo o material de propaganda não tem validade jurídica, pois se trata de mero material de divulgação, com informações limitadas e resumidas, vale o que consta no edital.